LONG & SHORT

É uma estratégia que envolve, simultaneamente, uma compra (Long) e uma venda (Short). Esta operação busca a performance relativa entre ambos (posição comprada e vendida). Ou seja, a compra deve se valorizar mais do que a venda.

Nesta operação, o investidor não fica tão exposto ao risco do mercado (Risco Sistêmico), sendo afetado pelo risco específico dos ativos envolvidos na operação. Em suma: a direção do mercado (IBOV) tem importância secundária, a performance relativa do par passa a ser o foco da análise.

Tipos de Long & Short

Intra-Setorial: Operação entre empresas do mesmo setor (Ex: Monta-se posição comprada e vendida dentro do setor de Energia). Por serem ativos do mesmo setor, a distorção nos preços tende a não ser tão grande, consequentemente, um menor prêmio e risco é esperado.

Ações Preferênciais x Ações Ordinárias: Operação entre ações da mesma empresa (Ex: Long em VALE5 e Short em VALE3). Dentre todos os tipos, este é o Long & Short mais conservador.

Inter-Setorial: Operação entre ações de diferentes setores. Dado que os ativos podem ser impactados por diferentes variáveis, espera -se uma maior distorção de preços. Logo, com maior risco, temos maior retorno .

Etapas

1 – Entender a operação e seus riscos

O Long & Short é uma operação que envolve riscos. É recomendada para clientes sofisticados. Deve -se definir o valor financeiro a ser exposto na estratégia.

2 – Venda a descoberto

É necessário tomar um ativo emprestado e vendê-lo no mercado. Mais tarde espera-se recomprá-lo a um preço inferior ao da venda. O investidor que vendeu a descoberto está na linguagem de mercado short . A Guide intermedia o empréstimo do ativo a ser vendido, este requerimento deve ser feito ao seu assessor de investimentos.

2.1 – Compra

Com o financeiro obtido da venda consegue-se comprar o ativo sugerido para estruturar a operação de Long & Short.

3 -Operacional

A venda a descoberto exigirá uma margem de garantia. Entretanto podemos utilizar a compra (item 2.2) para reduzir este valor, tendo de desembolsar somente a margem necessária da operação (Margem -Garantia = Margem Necessária).

4-Saída

Deve-se recomprar a ponta vendida (short) e vender a ponta comprada (long).

Parâmetros Utilizados

Beta: Mede a relação estatística entre duas variáveis, estando relacionado com a velocidade de seus retornos. De forma que se um ativo X tem um Beta de 2 em relação a um ativo Y, caso haja uma variação de 5% do ativo Y o ativo X tende a variar 10%.

Correlação

Indica a força da interação linear de duas variáveis aleatórias ao longo do tempo. O índice de correlação varia no intervalo [-1,1]. Se dois ativos tem uma forte correlação, acreditamos que diferenças em seus níveis de preço são momentâneas e tenderão a retornar a média histórica.

Fator (ratio)

O preço do ativo long dividido pelo preço do ativo short. Utilizado para análise do par.

Atenção: Este relatório é baseado em análises estatísticas, não tendo relação com as nossas perspectivas macroeconômicas.

Perfil do LONG & SHORT

Perfil Agressivo – São pares que apresentam alta volatilidade histórica e podem apresentar variações percentuais muito elevadas, superando em certos casos 10% em um dia.

Perfil Moderado – São pares que apresentam volatilidade histórica considerada normal e que podem ter variações percentuais até 5% no dia.

Perfil Conservador – São pares que apresentam baixa volatilidade histórica e tendem a apresentar variações inferiores a 2,5% no dia.

Atenção: As variações aqui citadas têm por base dados históricos e podem mudar de acordo com o mercado, fazendo com que os pares se comportem de forma diferente da classificada.

Bitnami