Abrir minha conta
Abra uma
conta na Guide

A Conta Guide é uma Conta de investimento padrão que te dá acesso ao nosso portifólio de produtos, assessoria independentemente do valor investido e as melhores recomendações.

Abra uma
Conta Guia

Com a Conta Guia você transfere seu dinheiro e a Guide faz render. Você não precisa escolher entre produtos, ela investe imediatamente em fundos geridos pela nossa equipe de especialista de acordo com seu perfil e objetivos. Você pode até mesmo criar uma conta pra cada projeto de vida! Conheça esses e outros benefícios como cashback de comissões.Clique para saber mais.

Como funciona o Imposto de Renda na renda fixa?

O Imposto de Renda faz parte da realidade dos investidores. Então, é necessário entender como ele funciona tanto para conhecer seus impactos sobre os ganhos quanto para manter a situação regularizada.

O IR sobre renda fixa incide sobre alguns títulos, como certificado de depósito bancário (CDB) e títulos do Tesouro Nacional. Por outro lado, há alternativas isentas. Por exemplo, letras de crédito imobiliário (LCI) e do agronegócio (LCA).

No caso dos investimentos tributados, há a incidência da tabela regressiva. Isso significa que, quanto mais tempo o dinheiro passa aplicado, menor é o imposto, até um limite de 15%. Além disso, o desconto é feito diretamente na fonte e você não precisa se preocupar em calcular o valor.

Como funciona o imposto na Previdência Privada?

Quando o assunto é Imposto de Renda, a Previdência Privada merece atenção porque pode oferecer benefícios fiscais.

O Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) serve para quem faz a declaração completa e permite obter até 12% de dedução da base de cálculo, em relação aos aportes realizados. Com isso, pode ajudar no pagamento de menos impostos ao longo dos anos.

Mas vale saber que o imposto no momento do resgate incidirá sobre todo o montante, e não apenas sobre os ganhos obtidos pela rentabilidade alcançada.

Já o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) é o plano recomendado para quem faz a declaração simplificada. Ele não permite dedução, contudo, traz como vantagem a incidência da alíquota apenas sobre a rentabilidade obtida. Isso diminui o desconto no resgate.

Em ambos os planos, é possível escolher a forma de tributação sobre os rendimentos. Na tabela progressiva mensal, as alíquotas seguem a do imposto sobre salários e variam de 0%, para os isentos, até 27,5%.

As faixas podem mudar ao longo dos anos devido a correções. No geral, é uma escolha indicada para quem pretende receber valores menores mensalmente.

Já a tabela regressiva prevê pagamentos menores com o passar dos anos e traz alíquotas diferentes. Para quem pretende investir no longo prazo, essa costuma ser a alternativa recomendada, por reduzir a incidência de IR ao final. Confira:

• até 2 anos: 35%;
• de 2 a 4 anos: 30%;
• de 4 a 6 anos: 25%;
• de 6 a 8 anos: 20%
• de 8 a 10 anos: 15%;
• acima de 10 anos: 10%.

Como funciona o IR em Renda Variável?

O IR sobre a renda variável é diferente e não costuma ser descontado direto da fonte. Assim, quem opera desse modo deve saber como funcionam as especificidades de cada investimento. Confira os principais!

Ações

Para negociações de ações em pregões diferentes, há um limite de isenção para vendas de até R$ 20 mil mensais. Então, operações abaixo desse valor, ainda que gerem lucro, não serão tributadas.

Para vendas acima disso, haverá imposto de 15% sobre o lucro obtido, que é dado pela diferença entre preço médio de venda e preço médio de compra. Em operações de day trade, as regras são diferentes.

Quando a abertura e o fechamento de posição acontecem no mesmo pregão, a alíquota sobre o lucro líquido é de 20%. E não há limite de isenção. Ou seja, qualquer lucro é tributado.

Outro fator importante sobre o imposto de ações é que ele não é retido na fonte. O pagamento deve ser feito por cada investidor ou trader. É necessário emitir um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) para pagar o imposto devido até o último dia útil do mês seguinte.

Fundos negociados em bolsa

Os fundos de investimento têm cobrança de IR bem diferente, a depender do tipo. Em alguns deles a retenção é feita na fonte, mas para os negociados em bolsa pode haver especificidades.

Se você investir em Fundos Imobiliários ou ETFs (Exchange Traded Funds) de renda variável também precisará calcular e pagar o imposto por meio do DARF. A alíquota para o primeiro caso é de 20% e para o segundo de 15%. Não há isenção.

Como usar a calculadora de IR para apurar tributos?

Nos investimentos em que o Imposto de Renda é retido na fonte, o investidor não precisa se preocupar com a apuração dos valores. Porém, tudo muda quando se fala na renda variável e suas possibilidades.

Como normalmente não há a retenção na fonte, cabe ao investidor calcular o Imposto de Renda devido em cada operação que gere lucros. Na hora de fazer a declaração de pessoa física, também será necessário dispor de todas as informações.

No informe de rendimentos fornecido pela corretora costuma constar operações de renda fixa. Mas não os lucros apurados na venda de ativos da renda variável. Assim, é preciso considerar as notas de corretagem.

Para garantir que todos os valores sejam apurados corretamente, você pode utilizar a calculadora de IR. Essa é uma ferramenta na qual se inserem as informações dos seus investimentos e ela retorna, automaticamente, com o valor do Imposto de Renda devido.

Quais são os benefícios da calculadora de IR?

É muito comum que investidores tenham dúvidas sobre como calcular impostos. Afinal, cada produto e cada tipo de operação pode ter regras diferentes.

Ao usar a calculadora de IR, todas essas regras são consideradas de forma automática. Isso permite ter precisão nos cálculos e saber, exatamente, o quanto você deve à Receita Federal em cada situação.

Longe dos riscos de cometer algum erro, você também reduz o perigo de ser autuado e ter que pagar multa por valores devidos, por exemplo. Então, é possível ter muito mais tranquilidade e segurança para operar.

Além disso, ganha agilidade no cálculo e no pagamento dos tributos. Afinal, tudo é feito de forma automática, sem que seja necessário se preocupar com retrabalhos. Para quem realiza muitas operações, isso é especialmente importante e ajuda a manter o controle.

Com o uso dessa calculadora, portanto, você tem a chance de focar no que realmente importa: a sua carteira de investimentos e a sua estratégia. As questões burocráticas envolvidas em calcular impostos ficam delegadas para a ferramenta automática.

Como escolher a calculadora ideal?

Para que a calculadora seja um recurso valioso para o seu dia a dia como investidor é preciso que ela seja prática, funcional e confiável. Esses são critérios que devem estar no topo da lista para selecionar alternativas que realmente entreguem bons resultados.

Você também deve pensar na facilidade de usar a calculadora e nos recursos que ela oferece. Lembre-se de que tê-la como seu apoio simplificará a emissão de DARFs com os valores corretos e poderá ajudar até na sua declaração anual de Imposto de Renda.

O ideal é encarar o recurso com a mesma seriedade que você escolhe uma corretora de valores. Assim, será possível explorar todos os seus pontos positivos.

Conheça a calculadora de Imposto de Renda My Capital

Você já conhece os benefícios de uma calculadora de IR. Então está preparado para usufruir da novidade que a Guide oferece aos investidores em parceria com o My Capital. O serviço utiliza a tecnologia para oferecer um cálculo seguro e eficiente para a gestão fiscal de investimentos.

Para quem é cliente Guide, fechamos um acordo para a contratação de pacotes do produto. Você poderá acessar preços especiais e ainda aproveitará a integração entre as informações para facilitar seus cálculos.

Planos diferenciados:

Além de ter a opção de um plano gratuito, você pode escolher o plano mais simples por R$ 18,90 por mês. Já se quiser acesso ao Black Advanced, a contratação sai de R$ 119 por R$ 58,90 por mês.

Clique aqui para saber mais sobre cada plano.

*A partir de janeiro/2021 o valor será de R$ 58,90

Confira os diferenciais do plano Black

Se você ainda precisar de motivos para optar pelo plano Black Advanced, apresentamos os principais diferenciais que podem ajudá-lo em seu cotidiano:

Praticidade

Com o plano Black, você terá acesso à calculadora completa. Até a geração de DARF acontece automaticamente, sem ser necessário ir ao site da Receita Federal.

Suporte especializado

Caso tenha alguma dúvida ou precise de ajuda, poderá contar com o suporte My Capital especializado em vários canais.

App completo

Na hora de inserir ou conferir as informações, você terá um aplicativo completo. Por meio dele, é possível conferir a apuração, verificar os DARFs emitidos e muito mais.

Migração sem perda de dados

Se você já utiliza a atual calculadora na Guide, a migração ocorrerá de forma segura e sua conta, seus dados e seu histórico serão mantidos.

Versatilidade de operações

Com o plano completo, você poderá calcular o imposto de operações diversas. Ações à vista, FII, opções de ações, mercado a termo, aluguel, mercado futuro e opções flexíveis estão inclusas.

A calculadora de IR poderá tornar seu cotidiano de investimentos muito mais prático e eficiente. Com a parceria entre Guide e My Capital, você aproveitará benefícios diferenciados, que otimizarão o seu dia a dia no mercado financeiro!

Benefícios da Calculadora IR: 

  • Praticidade

    Com o plano Black, a calculadora é mais completa, inclusive já gera a DARF automaticamente.

  • Suporte especializado

    Suporte mycapital especializado em vários canais.

  • App completo

    App com acesso a apuração, Darf´s e muitas outras informações, de acordo com o plano.

  • Migração sem perda de dados

    E para quem já possui a atual calculadora na Guide, na migração de plano, sua conta, dados e históricos são mantidos.

Te guiamos para que
encontre os melhores
investimentos para
você. Simule e confira.

Começar a simulação