Abrir minha conta
Abra uma
conta na Guide

Preencha o formulário para abrir uma conta de investimentos na Guide. A conta é grátis e é rapidinho para abrir.

Abra uma
Conta Guia

A conta Guia é uma novidade exclusiva da Guide para quem quer facilidade na hora de investir e ao mesmo tempo buscar bons rendimentos. É um produto com a gestão dos nossos especialistas e que vem repleto de benefícios. Clique para saber mais.

Como funciona um Fundo de Investimento?

Antes de entender o que são, de fato, os Fundos Internacionais, você precisa conhecer o conceito de Fundos de Investimento. Trata-se de uma modalidade coletiva, que funciona basicamente como um condomínio de investidores.

Cada investidor realiza aportes por meio da compra de cotas. Então, o capital coletivo é administrado por um gestor. É o gestor que decide quais investimentos realizar — dentro, claro, de uma estratégia adotada para o fundo.

Assim, o investidor deve conhecer a estratégia e a qualidade da gestão para avaliar se vale a pena comprar as cotas. Uma vez cotista, ele tem o direito de participar dos resultados do fundo. Para isso, é preciso pagar a remuneração do gestor: uma taxa de administração.

Existem diversos tipos de Fundos de Investimentos no mercado. Eles se diferenciam pelo foco dado no portfólio. Por exemplo, um Fundo de Renda fixa prioriza ativos desse tipo, enquanto Fundos de Ações investem majoritariamente em papéis da bolsa de valores.

O que são Fundos Internacionais?

Depois de entender o funcionamento dos Fundos de Investimento, você pode inferir o que são os Fundos Internacionais. De maneira simples, eles são caracterizados por apresentar um percentual significativo de investimentos atrelados ao mercado exterior.

Ou seja, o portfólio dos Fundos Internacionais tem alocação em ativos de outros países. A estratégia pode envolver investimentos diversos — como renda fixa, Ações, derivativos etc.

Os fundos são negociados no mercado brasileiro. Isso significa que a compra das cotas se dá por meio das instituições nacionais. Assim, é uma forma prática de investir com lastro internacional sem sair do Brasil.

Por que investir em Fundos de Investimento no exterior?

A ideia de aportar dinheiro em um Fundo de Investimento com exposição internacional pode gerar dúvidas em muitos investidores. Por que internacionalizar seus investimentos seria interessante?

Um dos principais motivos para aproveitar essa oportunidade é ampliar a diversificação da sua carteira. Afinal, por mais diversas que as suas escolhas seja, todas elas podem ter um limitante em comum: o mercado nacional.

Logo, um problema econômico ou político brasileiro certamente causa maior impacto nas carteiras de investidores que mantêm seus ativos apenas no país. De outro lado, alguém com exposição a mercados externos está mais diversificado.

Considerar os Fundos Internacionais também é uma forma de encontrar um caminho simples e prático para fazer aportes com lastro no exterior. Do contrário, seria necessário abrir uma conta em instituições estrangeiras para acessar as bolsas e outros investimentos.

Quais os tipos de Fundos Internacionais?

Quando falamos sobre os Fundos de Investimentos você viu que existem diferentes tipos. Nesse sentido, podemos nos perguntar: quais são os tipos de Fundos Internacionais? Eles também podem ser diversos. Confira os principais a seguir!

Fundos de Renda Fixa

Assim como acontece no Brasil, outros países apresentam as alternativas de renda fixa. Portanto, os brasileiros podem atrelar seus investimentos à renda fixa internacional. Por exemplo, tendo exposição em títulos públicos de outros locais.

Isso acaba por tornar esse mercado muito mais liquido e com mais opções de títulos também. Atrelado a isso, existem títulos de renda fixa privada — seja nos Estados Unidos, em países da Europa, Ásia etc. As possibilidades podem ser exploradas nos chamados Fundos de Renda Fixa, cujos gestores focam nessa modalidade.

Fundos de Ações

As Ações, claro, não poderiam ficar de fora dos Fundos Internacionais. Muitos deles são focados no mercado de papéis das bolsas de valores de outros países. É uma forma de investir em grandes empresas globais, como a Apple ou o Google.

Fundos multimercados

Outra oportunidade de realizar investimentos no exterior é por meio de Fundos Multimercados (hedge funds). No caso, são fundos que podem lançar mão de diferentes estratégias de investimentos.

Um Fundo Multimercado não precisa focar em renda fixa ou em Ações, por exemplo. Ele pode montar um portfólio que mescle ambas as alternativas. Além de poder investir também em câmbio, derivativos etc.

É vantajoso investir em Fundos Internacionais?

Agora que você conhece os Fundos Internacionais, pode se perguntar se vale a pena investir no exterior. Na verdade, existem diversas vantagens ao fazer isso. Então, é importante conhecê-las e saber se elas lhe interessam. Acompanhe as principais:

Proteção cambial

Muitos investidores optam por ter ativos lastreados no exterior para se proteger da desvalorização do Real em relação a outras moedas. Em especial, o Dólar norte-americano — que representa a maior economia mundial.

O aumento da cotação do Dólar afeta muitos brasileiros, sejam em obrigações internacionais, ou mesmo na compra de produtos nacionais. Por isso, dolarizar a carteira pode ser uma maneira de usufruir de maior equilíbrio.

Inclusive, os Fundos Internacionais podem funcionam como uma estratégia de proteção ou hedge da sua carteira como um todo. A dinâmica acontece porque, em momentos de crise no Brasil, é esperado que a cotação do Dólar aumente, mas também existem os fundos com hedge cambial, ou seja, direto na moeda local.

Diversificação

Como você viu anteriormente, uma das principais motivações para investir com exposição internacional é diversificar. Tendo ativos atrelados a mercados fora do Brasil você está diluindo bastante o seu risco.

Afinal, problemas internos não terão o mesmo impacto sobre essa parte da sua carteira. Além disso, os investimentos internacionais podem apresentar valorização quando os ativos brasileiros se desvalorização, por conta da descorrelação entre os dois.

Acesso a grandes empresas internacionais

De modo geral, a bolsa de valores do Brasil negocia Ações de empresas nacionais. Os investidores que têm interesse em companhias globais precisam fazer seus investimentos a partir de produtos como os Fundos Internacionais.

Por meio deles, um universo muito maior de possibilidades se torna acessível. Países desenvolvidos e de economia maior, como os EUA, têm muito mais empresas sendo negociadas nas bolsas. Então, você pode ampliar muito a sua visão.

Um exemplo disso fica evidente quando consideramos um setor que ainda é pouco desenvolvido no Brasil: o de tecnologia. Nos EUA é possível investir em Ações de empresas que têm atuação no mundo inteiro.

Praticidade

Uma vantagem que não pode deixar de ser citada quando se fala em Fundos Internacionais é a praticidade para o investidor. O cidadão de um país não pode acessar tão facilmente a bolsa de valores e os investimentos de outros locais.

Em geral, é preciso abrir uma conta em instituição do exterior e entender o idioma e o funcionamento do mercado. Mas, ao comprar cotas de um fundo, você pode fazer tudo nas instituições que já utiliza no Brasil.

Não é preciso realizar o câmbio e nem se submeter a regras de outros mercados. Há, ainda, uma vantagem em termos de tributação. O Imposto de Renda será cobrado pelas normas do Brasil e o pagamento se dá de forma simples, por retenção na fonte.

Quais são os riscos?

Como qualquer outro investimento, os Fundos Internacionais também apresentam riscos. Logo, é fundamental saber quais são eles para avaliar se a escolha faz sentido na sua carteira. Não deixe de considerar o seu perfil de investidor.

Quando se fala em fundos, os principais riscos estão relacionados ao tipo de cada um. Ou seja, Fundos de Renda Fixa apresentam menor risco, por focarem em ativos com maior estabilidade. Contudo, é preciso avaliar se o fundo investe em instituições de maior ou menor segurança.

Em relação aos Fundos Multimercados ou de Ações, é válido considerar a exposição à renda variável. A volatilidade dos ativos é maior e o investidor fica exposto a maiores risco de perdas, caso venda suas cotas em um momento de baixa.

Além disso, lembre-se de que investimentos internacionais expõem você ao risco cambial. Caso os ativos sejam atrelados ao Dólar, por exemplo, é possível que haja prejuízo, em situações nas quais a moeda se desvalorize em relação ao Real.

Para quem os Fundos Internacionais podem ser indicados?

Considerando as possibilidades e os riscos dos Fundos Internacionais, eles costumam ser indicados para investidores moderados e arrojados. Os dois perfis costumam ter maior abertura ao risco. Assim, são os que podem lidar melhor com a exposição a outros países.

Ainda que os Fundos Internacionais possam realizar investimentos com manejo de risco, você precisa considerar os riscos na sua escolha. Também é importante pensar sobre seus objetivos ao internacionalizar os investimentos.

O que avaliar antes de investir?

Antes de realizar qualquer investimento, é imprescindível tomar os cuidados necessários. O primeiro passo é conhecer o funcionamento dele, como você está fazendo ao ler este conteúdo sobre os Fundos Internacionais.

Além disso, o investidor deve avaliar o seu perfil e os seus objetivos para decidir da melhor forma. Em relação aos fundos em si, não deixe de avaliar com atenção o prospecto para se certificar de ter entendido todos os detalhes relevantes.

Fique atento, especialmente, a aspectos como a taxa de administração, a liquidez e as regras de resgate do fundo. Vale a pena considerar, ainda, a qualidade da gestão e o histórico de resultados — lembrando, sempre, que eles não garantem resultados futuros.

Como investir em Fundos Internacionais?

Se, depois de avaliar todos os aspectos, você decidir que deseja investir em Fundos Internacionais, basta ter uma conta em corretora de valores brasileira. Então, será hora de conhecer as alternativas disponíveis e escolher as cotas.

Como mostramos, o investimento em Fundos Internacionais se dá de forma semelhante aos que você faz no Brasil. Caso queira aproveitar a oportunidade, abra uma conta na Guide e veja que opções se adéquam melhor às suas expectativas!

Características

Risco
Invest. mínimo
Resgate
Imposto

Veja como é fácil investir no exterior com a Guide.

Vantagens de investir no exterior com a Guide

  • A forma mais fácil de investir no exterior

  • Diversificação: Diferentes ativos para você diversificar a sua carteira

  • Invista de onde estiver pelo computador ou celular

  • Curadoria: Portfólio selecionado com os melhores fundos internacionais

  • Exclusivo para clientes Guide

Conheça os fundos disponíveis em nossa plataforma e diversifique sua carteira investindo no exterior

Invest. Exterior Hedge Funds

BTGP MFS P CAP FIC FIM IE

É um multimercado global sediado em Boston o principal gestor é o Barnaby Weiner, fundo com foco em renda variável, mas com um viés defensivo. O fundo opera basicamente ações e renda fixa (50% a 90% em bolsa e 10%-30% em credito), conta com proteções (Hedges) na carteira. A meta do fundo é de um retorno em dólar de 8%-9% a.a.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: -

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+5 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

JPM GLOBAL MACRO OPPORTUNITIES

É um multimercado global, operando nos mercados de juros, ações, commodities e câmbio. O fundo busca identificar novas tendências macro globais, por meio de um processo robusto de pesquisa econômica. Com base na identificação de tendências, os gestores implementam as estratégias de investimentos através de uma ampla gama de classes de ativos.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 11,77%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

JPM DÓLAR GLOBAL MACRO OPPORTUNITIES

O produto é um fundo que possui a estratégia Long and Short, atuando nos mercados de moedas, ações, renda fixa e derivativos. O produto possui cerca de 20 a 40 estratégias em sua carteira e sua distribuição geográfica é de maneira global porem focada no mercado Norte Americano. O fundo não possui hedge cambial, assim oscila com a variação da moeda.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Não Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 20,65%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

JPM GLOBAL INCOME ALLOCATION

O produto é um fundo multimercado que atua exclusivamente nos mercados de ações e renda fixa, somente em operações compradas. O produto possui uma grande diversificação de ativos em seu portfólio, porem aplicam especialmente em tecnologia e saúde, geograficamente a distribuição é de maneira global, porém focada no mercado Norte Americano. O fundo possui hedge cambial, assim não oscila com a variação da moeda.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 23,79%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

SCHRODER LIQUID ALTERN.

O fundo lançado em setembro de 2016 proporciona ao investidor brasileiro acesso à plataforma global de alternativos líquidos da Schroders e tem como principais características: Geração de alpha: objetivo de superar o CDI no longo prazo; Acesso ao mercado internacional: estratégias de retorno absoluto em ações, renda fixa, crédito e outros.; Diversificação de estratégias: geração de retornos menos correlacionados com as principais classes de ativos domésticas; Possui proteção cambial (hedge).

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 13,83%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+3 útil

Perfil:
Moderado

Mais informações sobre o fundo

WESTERN MACRO STRATEGIES

A estratégia é gerida pela equipe global de investimentos da Western Asset e distribuída em vários países. Ela emprega uma combinação de análise de valor de longo prazo com a busca permanente por oportunidades de curto prazo, orientadas por eventuais ineficiências de mercado. A composição de sua carteira de investimentos é guiada por três temas: avaliação de crédito, alterações nas taxas de juros e volatilidade, sempre nos mercados globais de renda fixa, o que envolve também a seleção de moedas. O gestor procura adotar estratégias com base em sua visão macro, buscando posições não correlacionadas entre si. A preocupação permanente com a liquidez das posições é outra característica fundamental.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 9,79%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 1.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

MAN AHL TARGET RISK

A estratégia Target Risk da Man busca retornos consistentes de médio e longo prazo através de uma alocação dinâmica long-only em 4 classes de ativos globais (Ações, Juros, Inflação e Crédito). Possui gestão sistemática para melhor adaptação da exposição de risco da carteira aos momentos de mercado proporcionando excesso de retorno com nível estável de volatilidade.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 8,31%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+5 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

KAPITALO ALPHA GLOBAL FIC FIM

Fundo diversificado composto por 7 dos 13 books, os primordialmente focados no mercado internacional. É voltado aos investidores que desejam diversificar seu portfólio com exposição ao mercado externo, mas com aplicação em reais e indexado ao CDI. Tem como objetivo manter um nível de volatilidade de 10%. Os 7 books modelo de gestão, risco e atuação independentes entre si.

Estrategia:
Invest. Exterior Hedge Funds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 7,01%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 25.000

Prazo de Liquidação:
D+1 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

Invest. Exterior Bonds

BLACKROCK GLOBAL BOND INC

O fundo Global Bond Income opera basicamente ativos de renda fixa globais, contando com uma alta diversificação de emissores. O principal gestor da estratégia é o Rick Rieder, CIO de Renda Fixa da BlackRock que conta com mais de 35 anos de Mercado. O fundo possui como característica a grande diversificação tanto setorial quanto regional de ativos na carteira, não há nenhum emissor específico ou setor que possa trazer um grande prejuízo ao portfolio devido a algum evento de crédito.

Estrategia:
Invest. Exterior Bonds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 16,42%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 10.000

Prazo de Liquidação:
D+4 útil

Perfil:
Moderado

Mais informações sobre o fundo

PIMCO INCOME

A PIMCO é um dos maiores players do mercado financeiro global, com mais de US$ 1,5 Tri sob gestão/custódia. O PIMCO GIS Income é um fundo que aplica em Títulos de Renda Fixa globais. A carteira do fundo pode ser dividida em duas estratégias: High quality duration – São basicamente títulos de dívida soberana de países desenvolvidos, além de crédito privado de 1ª linha. High yielding sector – Títulos de dívida soberanos de mercados emergentes, dívidas corporativas ex-investment grade, dívidas hipotecárias com garantias líquidas.

Estrategia:
Invest. Exterior Bonds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 16,29%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+5 útil

Perfil:
Moderado

Mais informações sobre o fundo

PIMCO INCOME DOLAR

A PIMCO é um dos maiores players do mercado financeiro global, com mais de US$ 1,5 Tri sob gestão/custódia. O PIMCO GIS Income é um fundo que aplica em Títulos de Renda Fixa globais. A carteira do fundo pode ser dividida em duas estratégias: High quality duration – São basicamente títulos de dívida soberana de países desenvolvidos, além de crédito privado de 1ª linha. High yielding sector – Títulos de dívida soberanos de mercados emergentes, dívidas corporativas ex-investment grade, dívidas hipotecárias com garantias líquidas.

Estrategia:
Invest. Exterior Bonds

Não Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 24,77%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+1 útil

Perfil:
Moderado

Mais informações sobre o fundo

JPM GLOBAL BOND OPPORTUNITIES

O produto é um fundo de renda fixa global podendo atuar em todas as vertentes nesse mercado internacional. Atualmente o fundo possui cerca de 15 setores em seu portfólio e pode realizar operações vendidas em renda fixa, algo incomum no mercado brasileiro. O fundo possui hedge cambial, assim não oscila com a variação da moeda.

Estrategia:
Invest. Exterior Bonds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 12,73%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

OAKTREE GLOBAL CREDIT

Fundada pelo renomado Howard Marks. A Oaktree Capital é uma das principais gestoras globais, especializada em crédito. Utilizando-se de uma abordagem fundamentalista bottom-up, a estratégia Global Credit investe em ativos globais de crédito corporativo – classificados como High-Yield. Tem como objetivo construir um portfólio diversificado, que busca retornos consistentes de longo prazo em termos absolutos e ajustados ao risco. A carteia gira em torno de 500 ativos, alocados de forma oportunista em 6 diferentes instrumentos de crédito (High Yield Bonds, Senior Loans, Real Estate Dept, Corporate Structured Credit, Emerging Markets Dept e Global Convertibles).

Estrategia:
Invest. Exterior Bonds

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 23,30%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+3 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

Invest. Exterior Equities

GEO EMPRESAS GLOBAIS REAIS

O fundo é de ações Long Only focado em ações listadas na bolsa de valores americana. O fundo conta com um processo de investimentos fundamentalista e não tem alavancagem. O universo de investimento consiste em 400 ações que os gestores acompanham. Esse fundo é hedgeado (Não é afetado pela variação cambial).

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 38,68%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

GEO EMPRESAS GLOBAIS USD

O fundo é de ações Long Only focado em ações listadas na bolsa de valores americana. O fundo conta com um processo de investimentos fundamentalista e não tem alavancagem. O universo de investimento consiste em 400 ações que os gestores acompanham. Esse fundo não é hedgeado (é afetado pela variação cambial).

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Não Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 57,91%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

LEGG MASON MARTIN CURRIE

Fundo de investimentos de renda variável, Long Only (utilizam o MSCI ACWI como padrão de referência), gerido pela gestora Martin Currie, e focado em ações de empresas de mercados desenvolvidos e emergentes, com market cap superior a U$3 bi, e que denotem características de empresas Growth. A estratégia possui uma carteira de alta convicção com 20 a 40 ações selecionadas através de um approach sistemático, fundamentalista, visando um mix empresas cuja receita seja diversificada entre diversos países, e que estejam alinhadas com as mudanças de longo prazo que vislumbramos para os mercados. O fundo nao é hedgeado (conta com a variação cambial).

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Não Hedgeado

Retorno 12 Meses*: -

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+4 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

LEGG MASON RARE FIA IE

Fundo de investimentos de renda variável (busca uma performance superior à inflação do G7 + 5,5%) gerido pela equipe de análise e gestão da RARE. A estratégia busca valorização e rendimentos do capital investindo em ações de empresas de infra-estrutura e outros investimentos com características econômicas similares. As empresas de infra-estrutura podem incluir as empresas envolvidas na construção, renovação, propriedade, desenvolvimento, financiamento, gestão ou operação de ativos de infra-estrutura ou que fornecem matérias-primas necessárias para a construção e manutenção de ativos de infraestrutura

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 22,30%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+4 útil

Perfil:
Moderado

Mais informações sobre o fundo

LEGG MASON US FIA IE

Fundo de investimentos de renda variável, de gestão ativa, gerido pela gestora ClearBridge, cuja estratégia consiste em investir em empresas large cap (Market cap superior à U$5bi) com características de empresa growth e que são negociadas na bolsa de valores americana. O portfólio é composto de empresas cuja estratégia e resultados demonstrem sua capacidade de continuar em crescimento e gerando resultados positivos ao longo do tempo. É um portfólio de alta convicção (composto de 45 a 50 ações), o qual é dividido em três cestas: Seleção, Estável e Cíclico, sendo os dois primeiros correspondentes a 85-90% da alocação e cíclico representando 10% ou menos de alocação. O fundo nao conta com variação cambial (Hedgeado).

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 50,04%

Publico:
Qualificado

Aplicação mínima:
R$ 5.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+3 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

WESTERN ASSET BDR NÍVEL I

Trata-se de um fundo de ações, gerido pela Western Asset em parceria com a gestora americana Bridgewater. A carteira é composta por BDRs, que refletem o desempenho das ações de empresas negociadas na bolsa americana, dentre as quais podem se destacar algumas das principais líderes de tecnologia mundiais. As BDRs são naturalmente expostas à variação do câmbio, fazendo com que o fundo funcione como uma alternativa interessante de proteção cambial nos portfolios.

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 68,68%

Publico:
Geral

Aplicação mínima:
R$ 1.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+3 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

WESTERN US INDEX 500

O fundo busca replicar o desempenho do S&P500, que é considerado o principal índice do mercado de ações americano. A estratégia conta ainda com proteção cambial.

Estrategia:
Invest. Exterior Equities

Hedgeado

Retorno 12 Meses*: 51,79%

Publico:
Geral

Aplicação mínima:
R$ 1.000

Prazo de Liquidação:
D+0 corrido + D+1 útil

Perfil:
Agressivo

Mais informações sobre o fundo

Invista no exterior com a Guide!

Abra sua conta