Abrir minha conta
Abra uma
conta na Guide

A Conta Guide é uma Conta de investimento padrão que te dá acesso ao nosso portifólio de produtos, assessoria independentemente do valor investido e as melhores recomendações.

Abra uma
Conta Guia

Com a Conta Guia você transfere seu dinheiro e a Guide faz render. Você não precisa escolher entre produtos, ela investe imediatamente em fundos geridos pela nossa equipe de especialista de acordo com seu perfil e objetivos. Você pode até mesmo criar uma conta pra cada projeto de vida! Conheça esses e outros benefícios como cashback de comissões.Clique para saber mais.

Entenda melhor e conheça suas vantagens

A Previdência Privada é uma modalidade de investimento muito utilizada quando pensamos em aposentadoria e sucessão patrimonial com a indicação de beneficiários. Além de oferecer vantagens fiscais e sucessórias no longo prazo, ela também funciona como um complemento a Previdência Social

Além de incentivar você a poupar, os planos de Previdência são muito diversos e merecem atenção no momento de escolher o melhor para o seu caso.

Como ela funciona?

O funcionamento da Previdência Privada envolve alguns detalhes importantes – que a difere de alternativas de investimento. Confira os principais a seguir!

Características

Risco De baixo à alto
Invest. mínimo R$100,00
Resgate D+5
Imposto De 10% à 35% Confira nas tabelas Regressiva e Progressiva.

Fases da previdência

A Previdência funciona em duas fases: a de acúmulo e a de usufruto. Os termos já especificam como se dá cada uma. Na primeira, o intuito é de acumular patrimônio e investir, para colher frutos no futuro.

A fase de acúmulo costuma durar bastante tempo e se organiza por meio de aportes frequentes. Por isso, é um investimento considerado de longo prazo. Depois dela, vem a etapa do usufruto, que consiste em receber o dinheiro aportado e a rentabilidade.

O usufruto pode se dar de maneiras variadas. Por exemplo, com o saque do valor total acumulado, com o recebimento de uma renda mensal vitalícia ou de uma renda por tempo determinado. As escolhas dependem de cada investidor.

Perfil de risco

Na prática, a Previdência Privada funciona como um Fundo de Investimento. Logo, pode haver diferentes perfis de risco — a depender da estratégia de cada plano. É possível, por exemplo, encontrar possibilidades mais conservadoras, que foquem na renda fixa.

De outro lado, há fundos que mesclam renda fixa e variável e outros que apresentam um foco em estratégias de maior risco. A diversidade torna possível encontrar um plano que se adéqua a diferente perfis e objetivos de investidores.

Plano aberto ou fechado

A diferença é simples. Os planos fechados são aqueles que podem ser assinados apenas por funcionários de determinada empresa ou instituição e, em alguns casos, estendido aos familiares.

Enquanto isso, os planos de Previdência Privada aberta são os oferecidos para o público. Eles podem ser encontrados em corretoras de valores que distribuem planos de emissores variados. Assim, qualquer investidor pode escolher o seu plano aberto.

Quais são os custos de investir em Previdência Privada?

Como tem funcionamento de um Fundo de Investimento, significa que há um gestor ou equipe de gestão responsável por montar e administrar o fundo. São os profissionais que decidem que investimentos fazer.

O trabalho é remunerado pelos investidores. Assim, um dos principais custos da Previdência Privada é a taxa de administração. Ela é cobrada sobre o percentual investido.

Além disso, pode ser cobrada uma taxa de performance, por deliberação do gestor e aprovado em comitê dos cotista. Ela acontece quando os rendimentos do fundo superam o benchmark e é cobrada como percentual calculado a partir do montante que ultrapassou a referência.

Fora essas taxas, podem existir outras cobranças, ligadas às instituições envolvidas. Por exemplo, taxa de carregamento, custódia ou corretagem. Aqui na Guide não temos essa cobrança!

Qual a diferença entre um plano PGBL ou VGBL?

Outro fator essencial que você precisa saber para conhecer a Previdência Privada é os tipos que ela apresenta. São basicamente dois: PGBL e VGBL.

Veja as diferenças entre eles!

PGBL

O PGBL, Plano Gerador de Benefício Livre, é indicado para investidores que declaram Imposto de Renda (IR) de forma completa, pois oferece vantagens fiscais na declaração.

Isso porque os aportes feitos nele entram para o cálculo de dedução de IR. Funciona assim: você consegue deduzir até 12% da renda bruta anual tributável. Dessa forma, é possível pagar menos imposto ou aumentar a restituição.

Porém, atenção: Para que consiga ter o benefício fiscal você precisar ser servidor público ou contribuir para o INSS. Neste plano o IR incide sobre todo o valor no momento do resgate e não apenas sobre o rendimento. Por suas características, o PGBL se adéqua melhor a quem faz a declaração completa de IR.

VGBL

Quem não faz a declaração completa do IR ou é isento de imposto pode não se interessar pelas vantagens do PGBL. Nesses casos, o VGBL pode ser mais atrativo. O plano Vida Gerador de Benefício Livre não conta com a possibilidade de dedução do IR na declaração.

Por outro lado, a vantagem dele é que o imposto cobrado incide apenas sobre o rendimento na hora do resgate do plano. Ou seja, o montante investido não entra nos cálculos de cobrança da alíquota. O VGBL é geralmente indicado para quem declara Imposto de Renda no modelo simplificado

Confira um resumo de comparação dos dois planos na tabela abaixo:

  PGBL VGBL
Dedução do I.R. Até 12% Não permite
I.R. no Resgate Sobre o valor total Sobre a rentabilidade
Perfil do Contribuinte Quem declara IR completo Quem declara IR simplificado

Qual é a tributação?

Na comparação entre os dois tipos de planos de Previdência Privada você viu como funciona a declaração de Imposto de Renda. Mas e a tributação, como é? Nesse caso, ela acontece no momento de resgatar os investimentos

Ou seja, o investidor pagará IR ao receber sua renda total ou mensal. Quanto à alíquota, ele pode optar por uma tabela progressiva ou regressiva.

Veja como funcionam

Tabela Regressiva

As alíquotas de IR diminuem com o tempo, começando em 35% até chegar em 10% para prazos acima de 10 anos. É recomendada para quem consegue manter os recursos no longo prazo.

Tempo de Acumulação Alíquota
Até 2 anos 35%
De 2 a 4 anos 30%
De 4 a 6 anos 25%
De 6 a 8 anos 20%
De 8 a 10 anos 15%
Acima de 10 anos 10%

Tabela progressiva

A alíquota na fonte é de 15% no resgate, com ajuste posterior na declaração anual de IR. As taxas são as mesmas da cobrança de IR sobre o salário de pessoas físicas. As alíquotas são atualizadas anualmente pela Receita Federal.

Base de Cálculo Alíquota Parcela a deduzir do imposto
Até R$ 22.847,76
De R$ 22.847,76 até R$ 33.919,80 7,5% R$ 1.713,58
De R$ 33.919,80 até R$ 45.012,60 15% R$ 4.257,57
De R$ 45.012,60 até R$ 55.976,16 22,5% R$ 7.633,51
Acima de R$ 55.976,16 27,5% R$ 10.432,32

Como escolher o melhor plano?

Um dos cuidados essenciais é saber qual é o perfil de risco do fundo. Desse modo, você não se submete a riscos que não deseja correr e nem fica em um plano mais conservador do que deseja. Não esqueça, ainda, de conferir as taxas e detalhes do contrato da Previdência.

Além disso, vale a pena observar a qualidade da gestão e o histórico de rentabilidade conquistada. Ele não garante que os rendimentos continuarão o mesmo no futuro, mas oferece dados para análise. Nesse sentido, lembre-se de olhar o maior prazo possível.

O que são fundos de previdência?

Como investir em Previdência Privada?

Se você tem interesse em investir em Previdência Privada, é muito simples. Basta abrir sua conta na Guide e acessar as possibilidades. Temos fundos de diversas categorias, com taxas competitivas para todos os perfis de investidores.

Dessa forma, é possível montar uma carteira eficiente e diversificada. Lembre-se de avaliar cada um com atenção para ver qual está adequado ao seu perfil e objetivos. Caso precise mudar seu plano, também é possível fazer a portabilidade.

Quer colher bons retornos no futuro? Abra sua conta e comece a investir!

Confira as principais vantagens de investir
em Previdência Privada, principalmente na Guide:

  • Facilidade no resgate

    Mesmo sendo considerado um investimento de longo prazo no Fundo de Previdência é possível realizar retiradas mensais ou resgatar totalmente o seu dinheiro ao final do período.

  • Benefícios Fiscais e IR

    Todos os Fundos de Investimento sofrem o chamado “come-cotas” a cada semestre, que é a antecipação do IR sobre o ganho dos fundos. porém, em Fundos de Previdência esta antecipação não acontece, o que torna o investimento ainda mais atrativo. Além disso, você ainda tem vantagens fiscais, onde pode, por exemplo, pagar apenas 10%de tributação após 10 anos, se optar pela tabela regressiva.

  • Vantagens Sucessórias / Sucessão Patrimonial

    O titular do plano pode definir livremente os seus beneficiários. Outra grande vantagem é que Previdência Privada não entra em processo de inventário, e em alguns casos, não tem incidência de imposto de transferência de riqueza (ITCMD), reduzindo burocracias, gastos e o tempo de pagamento.

  • Portabilidade

    Caso você tenha uma Previdência Privada em alguma outra instituição financeira, você pode trazer eles para a Guide através de uma portabilidade, e com isso você não precisa resgatar seus investimentos ou pagar Imposto de Renda na transferência. Além desta vantagem, a portabilidade também permite realocar sua carteira de investimentos facilmente.

Te guiamos para que
encontre os melhores
investimentos para
você. Simule e confira.

Começar a simulação

Saiba mais sobre investimentos em
Previdência Privada acessando nossos canais

Saiba mais sobre investimentos em <br>Previdência Privada acessando nossos canais