Abrir minha conta
Abra uma
conta na Guide

A Conta Guide é uma Conta de investimento padrão que te dá acesso ao nosso portifólio de produtos, assessoria independentemente do valor investido e as melhores recomendações.

Abra uma
Conta Guia

Com a Conta Guia você transfere seu dinheiro e a Guide faz render. Você não precisa escolher entre produtos, ela investe imediatamente em fundos geridos pela nossa equipe de especialista de acordo com seu perfil e objetivos. Você pode até mesmo criar uma conta pra cada projeto de vida! Conheça esses e outros benefícios como cashback de comissões.Clique para saber mais.

O que é um contrato de seguro?

Muitas pessoas já conhecem algum tipo de seguro. No Brasil, o veicular é bastante popular. Ele oferece proteção contra sinistros no carro ou moto. Além disso, planos de saúde podem ser vistos como um seguro, onde você transfere os riscos de doenças para uma empresa.

E o seguro de vida? Você já considerou como ele pode ser importante para proteger o seu maior bem? Muito se fala sobre proteção de veículos e imóveis, mas diversas pessoas ainda têm pouca informação sobre a segurança em relação à própria vida.

Isso se deve, em partes, pelo tabu gerado em torno do conceito de morte ou de grandes imprevistos. Por exemplo, acidentes que levam à invalidez ou doenças que avançam rapidamente, levando a um tratamento difícil.

Contudo, coisas assim podem acontecer — e, quando acontecem com uma família, certamente há o desejo de estar preparado para a situação. Por isso, o seguro de vida é essencial para quem tem o intuito de usufruir tranquilidade e proteção.

Um contrato de seguro consiste na transferência de riscos. No caso de seguro de vida, significa que você poderá garantir renda para si mesmo ou familiares em situações de intempéries na saúde ou mesmo de falecimento.

Quando algo desse tipo acontece, é possível contar com a cobertura do seguro. Ela pode incluir aspectos como:

• morte natural ou em caso de acidente;
• invalidez total ou parcial;
• despesa médicas em imprevistos;
• quitação de dívidas ou despesas educacionais para dependentes.

Como ele funciona?

Depois de saber o que é o seguro de vida, vale entender como ele funciona. O funcionamento básico parte da lógica comum a outros tipos de seguro: você paga um valor para garantir a cobertura. Então, em situações específicas previstas no contrato, ela pode ser acionada. A seguir, configura mais detalhes!

Preço

O preço do seguro não é o mesmo para todas as pessoas. O valor a ser pago por ele é chamado de prêmio, e depende de diversos fatores a serem considerados acerca da vivência de cada contratante.

A divergência nos valores está ligada à análise de risco. A empresa que oferece o seguro realiza uma avaliação para saber quais são os riscos a serem transferidos. Logo, pessoas com determinados fatores que aumentam o perigo geralmente pagam um prêmio também mais alto.

Alguns aspectos considerados podem ser, por exemplo, a idade e a existência de doenças prévias. Por causa disso, pode ser interessante estabelecer o contrato de seguro o quanto antes, para encontrar melhores condições.

Beneficiários

Todo contrato de seguro de vida tem a identificação de beneficiários. Eles são as pessoas que poderão receber a cobertura, especialmente em caso de falecimento do titular. Com isso, é uma proteção muito utilizada por quem deseja deixar a família amparada.

O seguro permite eleger os beneficiários que quiser — e trocá-los ao longo do tempo, caso seja preciso. Uma vantagem da alternativa é que não há muita burocracia. Assim, o dinheiro é repassado de forma mais ágil para a família em momento de necessidade.

Plano individual ou coletivo

Ao contratar um seguro de vida você pode optar pela modalidade individual ou coletiva. Como o nome indica, na primeira é possível ter cobertura dos riscos de vida envolvendo uma pessoa. Isso não impede que os beneficiários sejam outras, como familiares.

Já na modalidade coletiva, o seguro cobre um grupo de pessoas. Em geral, ele é feito por uma empresa ou associação, de modo que garante cobertura aos funcionários ou associados. Logo, trata-se de um plano formatado pela instituição.

Em relação às diferenças, é possível notar que o plano individual permite que você tenha um seguro personalizado. Afinal, é o contratante que escolhe a cobertura e fecha o contrato que seja adequado aos seus objetivos.

Por outro lado, o coletivo é uma adesão em grupo, sem personalização. A vantagem dele é que pode ser mais barato do que planos individuais. Entretanto, é importante considerar que o custo mais baixo também está ligado a eventuais limitações na cobertura.

Isenção de Imposto de Renda

Outra característica central do seguro de vida é que ele é isento de IR. Ele também não envolve o pagamento de impostos tradicionais da sucessão patrimonial, pois não é considerado herança. Assim, pode ser repassado sem o processo de inventário.

Seguro de vida resgatável

Ainda falando sobre os principais aspectos do funcionamento do seguro, vale a pena conhecer a possibilidade de seguro resgatável. Ele se diferencia da cobertura que só pode ser recebida em caso de falecimento ou problemas de saúde.

Nesse caso, é possível optar pelo resgate do valor acumulado. Com isso, além de trazer a proteção do seguro de vida, pode também apresentar o benefício de fazer parte do planejamento financeiro.

Qual a importância de ter um seguro de vida?

E quais motivos justificam fazer um seguro de vida? Já foi possível identificar alguns deles, mas é válido conhecê-los com mais detalhes. Veja:

Segurança financeira

Um dos principais elementos proporcionados por um seguro é exatamente a proteção financeira. Afinal, ele consiste na transferência de risco. Pense bem: o que aconteceria se você enfrentasse um grande revés de saúde e perdesse a possibilidade de gerar renda?

Caso não tivesse um seguro, o risco da situação seria todo seu. Ou seja, você precisaria se organizar, ter uma rede de apoio e ver formas de continuar sobrevivendo sem a possibilidade de trabalhar e produzir renda.

Quem faz um seguro de vida está transferindo esses riscos para uma empresa. Assim, caso algo desse tipo aconteça, a pessoa pode receber a cobertura. Ela pode ser paga em forma de renda mensal ou de um valor total, a depender das condições de contrato.

Proteção de patrimônio

Outro motivo para ter um seguro de vida é proteger o seu patrimônio. Em problemas muito difíceis de resolver na sua renda, uma possibilidade real seria precisar vender e consumir os bens que você acumulou ao longo da vida.

A rotina poderia se tornar mais desafiadora e haveria a frustração de ver o acúmulo de anos ou décadas sendo consumido rapidamente. Além disso, a família precisaria deixar de lado sonhos e projetos. Com o seguro, há mais tranquilidade para enfrentar intempéries.

Estabilidade para a família

Deixar os seus entes queridos em segurança é um de seus objetivos? Por mais que não desejemos pensar sobre isso, todos morreremos um dia. E o processo de luto é, muitas vezes, dificultado por burocracias e problemas financeiros a resolver.

Estratégias como a do seguro de vida tornam os processos mais ágeis e evitam que os familiares tenham que lidar com ainda mais dores e dificuldades. O seguro também deixa sua família amparada quando você não pode mais fazer isso ativamente.

O seguro de vida pode ser um elemento essencial no planejamento financeiro de uma pessoa e família. O dinheiro recebido não substitui a dor de perder alguém amado, contudo, ajuda a superar os desafios.

Tranquilidade diante de imprevistos

Se você se preocupa com seus bens materiais, vale a pena pensar também na proteção da própria vida, certo? A capacidade de estar vivo — e gerar renda — é o bem mais importante que alguém pode ter.

Do contrário, fica muito difícil sustentar a si mesmo e a família, garantindo qualidade de vida. Por isso, o seguro ajuda a organizar sua rotina também diante de imprevistos sérios. É o caso de um acidente, algo que cause invalidez ou uma grave doença.

Cenários assim causam não só a perda da renda, mas também o aumento dos gastos. Será preciso ter mais dinheiro para tratamento médico, insumos hospitalares etc. Com isso, muitas famílias ao enfrentar uma situação desse tipo sem seguro se veem em grandes problemas financeiros.

Organizar o planejamento sucessório

Por fim, o seguro de vida pode ser uma ferramenta no planejamento sucessório da sua família. Em caso de falecimento de um provedor, os bens que a pessoa deixou em vida precisam ser repassados para seus herdeiros.

Geralmente, isso acontece a partir da abertura de um processo de inventário, seguindo um testamento, se houver. Mas o procedimento costuma ser demorado e custoso. Além disso, pode ser bastante doloroso para familiares em luto.

Existem alguns recursos que simplificam o processo. Entre eles, o seguro de vida. Como você já sabe, o dinheiro é pago aos familiares de maneira rápida, sem necessidade de inventário e de pagamento de impostos.

Assim, a família pode contar com a cobertura para ter suporte financeiro na rotina. E, inclusive, para custear o procedimento de inventário de eventuais outros bens.

Como fazer um seguro de vida?

Você se interessou por garantir mais proteção para sua vida e a de seus familiares? É possível fazer um contrato de seguro de vida de maneira simples.
Basta ter conta em uma instituição e analisar as opções disponíveis para escolher a sua.

Na Guide você encontra alternativas interessantes. Abra sua conta e comece a investir e se planejar financeiramente!

Saiba mais sobre Seguros:
• 5 motivos para fazer um Seguro de Vida
• Por que o Seguro de Vida é importante?
• Seguro de Vida é necessário?
• Seguro de Vida para a área médica
• O artigo mais sincero sobre Seguros de Vida que você vai ler - O Guia Financeiro
• Você realmente precisa de um Seguro de Vida? - O Guia Financeiro

Por que contratar um seguro de vida? 

  • Segurança financeira

    O seguro de vida é a certeza de que a família do segurado terá o apoio financeiro para se reestabelecer caso uma fatalidade aconteça.

  • Um seguro para cada perfil

    Cada perfil possui necessidades específicas e a Guide ajuda você a escolher a melhor cobertura, garantindo que você e sua família estejam protegidas.

  • Valor acessível

    É possível adquirir um seguro com pouco dinheiro. Existem planos e valores diferentes para atender às necessidades de cada pessoa, levando em consideração o perfil do contratado, idade, coberturas desejadas, entre outros.

Comece a investir em Seguros agora!

Abra sua conta